Vá e Seja Você – Planejamento

13483212_867652490013012_8406221619142967079_o

Foto: Do for love – Letícia Alves

O tão esperado planejamento. Outro item que várias pessoas me perguntam.
“O plano é não ter plano” Letícia Alves do projeto Do for love
Sempre foi meu lema mas convenhamos que é bem romântico para uma decisão tão complicada (pelo menos ERA para mim).
Na real eu não planejei muito, porém eu tomei as providências e o cuidado para evitar passives surpresas negativas, já que no meu caso eu queria aproveitar a viagem, não queria me preocupar em ter que trabalhar e muito menos pedir dinheiro para os meus pais. Como comentei, meu processo de terapia e o curso que fiz de como tirar o sabático, me ajudaram muito e abaixo listo o pouco do planejamento que eu fiz.

Roteiro

Eu até fiz um rascunho de roteiro quando estava no curso com a Carol Fernandes. A ideia era começar na América do Sul, ir para Índia, fazer o sudesde asíatico, Copa na Rússia e terminar na Europa. Já comecei eliminando a Copa quando vi o preço, afinal não queria ir pelo futebol e sim pela festa.. rs, se tratava de um ou dois meses viajando contra 1 semana na Rússia.. ahn melhor seguir viagem :))
IMG_20171021_181708050 (2)

primeiro e único rascunho do planejamento do roteiro

O único destino que eu tinha certeza era a Índia e Itália. Vi quais eram os meses recomendados para a viagem e o meu sonho era ir no Holi Festival.
Quando eu compartilhei com amigos todos me disseram que era para eu ir para o Camboja antes, que a India poderia mexer demais comigo e as vezes até impactar negativamente  começando a viagem por esse país tão único, falavam que eu precisava estar preparada. Tentei mudar o roteiro várias vezes mas eu percebi que eu estava fazendo o que os outros queriam e indo contra o meu desejo. Agradeci as dicas e resolvi encarar a Índia ja que era um desejo de muito tempo e foi a melhor coisa que eu fiz. Mais uma vez a minha intuição acertou.
Eu não comprei a passagem de volta ao mundo, não tinha um roteiro desenhado. A única coisa que eu fiz foi comprar uma passagem de ida e assim eu fui. Resolvi deixar aberto para o universo mostrar meu caminho no mundo.
Durante a viagem sempre tinha o cuidado de sentar, me planejar para os próximos meses baseado nos meus gastos e localização. Mesmo nenhum dos poucos dos planos que eu fiz se realizaram.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Hoje estou indo rumo ao meu décimo mês na estrada, e onde o universo foi me levando. Posso dizer que só tiveram surpresas. Quem colocaria Maldivas ou Qatar num planejamento de sabático? Eu que nunca.. e eu acabei indo. Só surpresas boas quando você se mostra aberto para as oportunidades e pessoas que cruzam seu caminho.
Se quiser saber mais detalhes, só clicar no mapa ; )
Screen Shot 2018-11-21 at 13.17.42.png

My maps – meu sabático (última atualização nov/2018)

Financeiro

Já tinha uma grana guardada, vendi meu carro, fiz um bazar e com essa grana eu me joguei.
Comprei a passagem com milhas e acompanho meus gastos diariamente em uma planilha que eu fiz e fui aperfeiçoando durante a viagem.
A minha idéia era gastar até uns R$ 40.000 mas eu explodi o orçamento nos primeiros meses, pois estava muito com a percepção de uma viagem de férias: fazia todos os passeios turísticos, não me preocupei em economizar nas hospedagens (isso que ainda nos três primeiros meses tinha uma CIA), fiz muitas compras, e eu estava apenas documentando tudo e não controlando. Tudo fica como aprendizado né?
Comecei o controle com uma planilha, aplicativo e só depois de alguns meses eu consegui chegar num modelo ideal para conseguir controlar e me planejar. De qualquer maneira, serviu muito de aprendizado.

Como eu tinha uma reserva e uma meta para ter de grana para quando voltar resolvi expandir meu orçamento pois estava vivendo um sonho e esse tempo que tirei para mim estava sendo muito especial. Abaixo dá para ter uma idéia de como estava meus gastos no início da viagem e como eu consegui controlar melhor depois:

custo média mes
Screen Shot 2018-11-21 at 13.47.09.png

os custos estão em dólares

Como eu disse, no início eu gastei mais que previsto, isso que nem coloquei fevereiro para não chorar.. rs. Eu precisei categorizar para ver onde estava indo meu dinheiro e depois eu não apenas diminui o custo mas unifiquei as categorias para facilitar meu controle, como podem ver no gráfico, o que não significa que deixei de consumir alcool…rs
Claro que tudo depende o estilo de viagem, destino e o como quer gastar seu orçamento. Eu gastei menos na Maldivas que na Índia, fiz curso de massagem tailandesa e tirei minha certificação de mergulho na Malásia, fiz voluntáriado e fiquei em casa de amigos na Europa. Toda escolha é uma renuncia e é possível estar consciente e se algo der errado, recalcular a rota.

Desapego

Não foi fácil fazer a mala e muito menos fechar um apartamento depois de 10 anos morando em São Paulo. Porém ao mesmo tempo foi de muita reflexão da quantidade de coisas que eu tinha, o que eu iria guardar, porque, e depois de mais uma leitura da Mágica da Arrumação da Marie Kondo, separei parte das coisas para guardar na casa dos meus pais, outra doação e outra fazer um bazar. Fiz um junto com a minha CIA de viagem em São Paulo e outro em Mococa. As roupas era apenas uma desculpa para a reunião com os amigos e ainda ajudou a fazer uma graninha. Além disso foi de muito aprendizado para amigos e familiares, meus pais e irmãs entraram na brincadeira também e juntos realizamos uma limpeza no guarda roupa e na alma. Abrimos espaço para o novo e fazendo várias pessoas felizes.
20180108_204724.jpg

Bazar Marcela e Elaine em São Paulo

Despedida

Eu sou uma pessoa muito abençoada pelos amigos que tenho. Adoro marcar encontros, colocar o papo em dia, tomar uma gelada e a despedida do Brasil não poderia ser diferente. Aconteceram várias despedidas: do trabalho, do apartamento, amigos em São Paulo, familiares e amigos em Mococa.
Consegui falar tchau, aproveitar, reunir com meus queridos e receber muita energia positiva.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Documentos e burocracias

Esse foi o item que considerei mais planejado pois peguei muitas dicas. Fiz um post específico, só clicar aqui 🙂
Bom, acho que consegui resumir um pouquinho do que foi o meu “planejamento”, como podem ter percebido eu não tive um planejamento, as coisas foram acontecendo e eu acredito que (no meu caso) assim que deveriam acontecer.
Me abri, me joguei e cá estou, vivendo essa experiência mágica e transformadora.
A intenção desse post não é fazer um passo a passo para quem está afim de tirar um sabático, mas sim de mostrar como foi minha experiência e que quando realmente se quer não é a falta de planejamento que vai impedir de realizar seu sonho.
No final das contas, o importante é se conectar com você e entender seus receios, e a partir disso fazer escolhas e aceitar as consequências. Não é fácil, mas não é tão difícil quando parece 😉

2 Comentários

  1. Caio
    novembro 21, 2018 / 1:13 pm

    Que vontade de ler mil posts desse blog!!

    Parabéns!! Keep it going!!

    • amamoreira
      Autor
      novembro 22, 2018 / 2:49 pm

      Obrigada pelo apoio Caio 🙂

Deixe uma resposta


À Procura de Algo?